quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

"Triste de quem é feliz!"

A tacanhez ensanguenta-me a alma!

Tristes dos que observam sem ver,
que se movem na sua completude de quatro paredes.
Para os quais "horizonte" e "caminho"
são palavras sem plural.
Tristes dos que não vêem para lá da sua altura!
Tristes dos que não conseguem soltar as amarras
mesmo quando lhes acenam com uma navalha...



4 comentários:

Joanawolf disse...

muito tristes esses! viver no 'singular' das coisas é realmente arrepiante!!!

mais uma vez, amazing

DarkViolet disse...

E se a navalha espetada sangrar de dor, o som nao for espalhado pelo destino restará o caos a deambular pelos labirintos

Miss jane disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Reflexo do olhar disse...

Triste dos que vivem a vida sem sugar a sua essência, analfabetizando o verdadeiro significado da nossa existência...